Curta Irradiando Luz no Facebook  Siga Irradiando Luz no Twitter  Acesse o canal do Irradiando Luz no YouTube  Assine o Feed RSS do Irradiando Luz

Diga “Sim” à liberdade!

Leva menos de 1 minutos pra ler

Blogue congelado em protesto contra o PL 84/99, projeto de Lei de Cibercrimes do Senador Eduardo Azeredo.
[Tá certo, já estava congelado antes, e vai continuar congelado depois do dia 14… por outros motivos]

Na quinta-feira, 14 de Maio, às 19h, acontece um ato público em São Paulo, em frente à Assembléia Legislativa contra o “Projeto Azeredo”, refutando o vigilantismo na rede e pedindo liberdade, em defesa da privacidade na rede.
O projeto Azeredo é na verdade um pacote de tipificações criminais que alinha o Brasil com o espírito de vigilantismo, censura e repressão desejado pelos setores mais antiquados da política e da economia mundiais, tais como o Digital Millenium Act.


Arte: latuff

Faça mais:
-Junte-se à Massa Crítica: divulgue no seu blogue e avise ao Mega Não
-Twitte com as hashtags: #MegaNão! #AI5digital e #AI5digitalnao
-Participe do Ato
-Vá de bike ao Ato: ciclistas-ativistas saem da Praça d@s Ciclistas às 18h em direção à Assembléia Legislativa
-Assine a petição online:

Saiba mais:
Luz de Luma, Yes Party!
Quintal de Idéias
Apocalipse Motorizado

Manifesto
Fonte: Trezentos, o início de uma multidão
A Internet é uma rede de comunicação aberta e livre. Nela, podemos criar conteúdos, formatos e tecnologias sem a necessidade de autorização de nenhum governo ou corporação. A Internet democratizou o acesso a informação e tem assegurado práticas colaborativas extremamente importantes para a diversidade cultural. A Internet é a maior expressão da era da informação.

A Internet reduziu as barreiras de entrada para se comunicar, para se disseminar mensagens. E isto incomoda grandes grupos econômicos e de intermediários da cultura. Por isso, se juntam para retirar da Internet as possibilidades de livre criação e de compartilhamento de bens culturais de de conhecimento.

Um projeto de lei do governo conservador de Sarkozy tentou bloquear as redes P2P na França e tornar suspeitos de prática criminosa todos os seus usuários. O projeto foi derrotado.

No Brasil, um projeto substitutivo sobre crimes na Internet aprovado e defendido pelo Senador Azeredo está para ser votado na Câmara de Deputados. Seu objetivo é criminalizar práticas cotidianas na Internet, tornar suspeitas as redes P2P, impedir a existência de redes abertas, reforçar o DRM que impedirá o livre uso de aparelhos digitais. Entre outros absurdos, o projeto quer transformar os provedores de acesso em uma espécie de polícia privada. O projeto coloca em risco a privacidade dos internautas e,s e aprovado, elevará o já elavado custo de comunicação no Brasil.

Gostaríamos de convidá-lo a participar do ato público que será realizado no dia 14 de maio, às 19h30, em defesa da

LIBERDADE NA INTERNET
CONTRA O VIGILANTISMO NA COMUNICAÇÃO EM REDE
CONTRA O PROJETO DE LEI SUBSTITUTIVO DO SENADOR AZEREDO

O Ato será na Assembléia Legislativa de São Paulo e será transmitido em streaming para todo o país pela web.

PLENÁRIO FRANCO MONTORO
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DE SÃO PAULO
AV PEDRO ALVARES CABRAL S/N – IBIRAPUERA

O Ato também terá cobertura em tempo real pelo Twitter e pelo Facebook.

Contamos com a sua presença.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

3 Respostas para “Diga “Sim” à liberdade!”


Deixe uma resposta



Carrinho

Assinar por email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações na sua caixa de entrada.





Email:

Categorias

Arquivo do Blog