Curta Irradiando Luz no Facebook  Siga Irradiando Luz no Twitter  Acesse o canal do Irradiando Luz no YouTube  Assine o Feed RSS do Irradiando Luz

Como lidar com os ciúmes?

por António Rosa*Dialogo Saturnino Embora possamos considerar os ciúmes uma emoção (claro que é), normalmente relacionados com assuntos terrenos: trabalho, casa, possessões. Também passa por ver as outras pessoas como propriedade (o que subconscientemente sabemos estar errado, mas os humanos têm o mau hábito de o fazer mesmo assim). Por esse motivo, vamos abordar este assunto do elemento terra porque está directamente ligado à nossa estabilidade e sentido de segurança na vida. É óbvio que os ciúmes não são sentimentos positivos, sendo-nos muito prejudiciais, pois podem ser perfeitamente devoradores de nós mesmos. No entanto, em termos metafísicos e espirituais, os Seres de Luz podem ajudar-nos a lidar com os nossos ciúmes, se tivermos a coragem de os expressar e de olhar para eles pelo que são.Todos temos um "botão dos ciúmes" diferente. Isto significa que o que me provoca ciúmes pode não o afectar a si, do mesmo modo. Por esse motivo, cada pessoa deve determinar precisamente o que a deixa ansiosa com os ciúmes e porquê. Cada um de nós deve analisar qual o motor mental que nos faz sentir esse sentimento nada luminoso.Mais uma vez, tal como quando lidamos com os nossos medos, esta não é uma tarefa fácil. O medo e os ciúmes são excelentes companheiros de almofada e horríveis esmagadores da harmonia interna. Acrescentem as nossas inseguranças a este caldeirão a ferver, e têm uma mistela estragada que ocasionalmente ameaça entrar em erupção.Quanto mais se derrama para a nossa vida, maior a confusão, mais infeliz fica a pessoa. Como uma fila de dominós seguidos, estas energias negativas podem fazer desmoronar tudo aquilo pelo qual trabalhámos tão intensamente e a queda pode ser tão rápida que, por vezes, nem sabemos o que aconteceu, nem porquê. Ficamos atarantados e possessos, cheios de ciúmes, incapazes de reflectirmos correctamente.Erradicar a energia negativa das nossas vidas requer coragem e honestidade para conosco próprios, por isso antes de começar a escavar na sua psique, faça as pazes consigo próprio. Determine que, o que quer que descubra, não pode de modo algum ser assim tão mau. Com uma vantagem: pode ser mudado para melhor.Se vê e sente como se estivesse num buraco escuro e escancarado, é porque ainda não dominou o seu medo em lidar com as coisas más dentro de si. Em vez disso, olhe na direcção da Luz, e saiba que cada ser humano deste planeta deve viajar pela mesma estrada do olhar para o seu interior, para se tornar uma pessoa equilibrada e harmoniosa.Responda às seguintes questões. Quantas vezes fica com ciúmes? E aqui estou a referir-me àqueles pequenos sentimentos que são uma mistura de inveja e ciúmes: de um colega, do carro de um amigo, da casa do primo [etc.]. Várias vezes por dia? Cerca de uma vez por semana? De vez em quando?Quanto mais lida com sentimentos de ciúmes, mais trabalho tem à sua frente. Que tipo de ciúmes é que sente? Cobiça as posses dos outros? Ficam com ciúmes dos assuntos do coração? Os seus ciúmes são em relação a uma pessoa em particular, ou a situações em geral?A maioria dos sentimentos de ciúmes aparece porque de alguma maneira sentimos que a nossa segurança e a nossa protecção estão ameaçadas. Logicamente, considere as respostas que deu acima. As suas respostas indicam o medo de perder alguma coisa ou alguém? As respostas lidam com a vossa auto-estima e o sentimento de "não haver outra saída"? Algumas pessoas sentem ciúmes depois de alguém as ter magoado. Por vezes este pode ser o pior tipo de ciúmes porque pode acabar em ódio, se não tivermos cuidado. Como pode ver, estamos a trabalhar para encontrar a raiz do problema.Assim que tiver determinado a razão subjacente para os seus ciúmes, pode começar a trabalhar no sentido de erradicá-la da vossa vida. Cada vez que sentir ciúmes ou um mau pensamento, contra-ataque com as palavras "eu sou abençoado(a)". Isto transforma o pensamento negativo em pensamento positivo. É instantâneo.Numa noite de Lua cheia, escreva os ciúmes que sente, num pedaço de papel e deposite-o num lugar da sua casa que considere especial e luminoso. Junto a fotografias de seres queridos. Ao pé de uma planta. No seu altar espiritual. Onde sentir que deve deixar. Faça um pedido aos Seres de Luz que o acompanham sempre (algumas pessoas chamam de anjos) e peça-lhes para o ajudar a ultrapassar esses sentimentos negativos. Tão simples como isto, a nível espiritual.Ao nível da sua psique, trabalhe o interno no sentido de remover os ciúmes da sua vida, tentando fazer coisas novas, congratulando-se quando são bem sucedidos, enfrentando os seus medos e aprendendo a não ser demasiado crítico em relação a si próprio e aos outros.Faça por contrariar os seus pensamentos mais negativos. Todos temos. Todos incorremos nessa luta connosco próprios. Todos já passámos por situações mais delicadas. Recordemo-nos apenas do que sentimos quando passámos por essas fases menos luminosas. Façamos por não querer viver de novo essas experiências.Sejamos Luz.António RosaP.S.: Os meus agradecimentos ao Gabriel Dread pelo seu amável convite para publicar este texto aqui no seu blog.

António Rosa, editor português de livros esotéricos e espirituais, através da sua Editora Anjo Dourado. Astrólogo e metafísico, criador do site «Escola de Astrologia Nova-Lis» e autor do blog «Cova do Urso». Criador da «Comunidade Astrologia».

57 Responses to “Como lidar com os ciúmes?”


    Erro › WordPress

    O site está passando por dificuldades técnicas.