Curta Irradiando Luz no Facebook  Siga Irradiando Luz no Twitter  Acesse o canal do Irradiando Luz no YouTube  Assine o Feed RSS do Irradiando Luz

Revolução

Empowerment – uma abordagem crítica Empowerment, em português, significa “dar poder a”. No entanto, no contexto da Teoria das Organizações, empowerment é mais uma “tecnologia”, “modelo”, “técnica” ou até mesmo “modismo” da prática administrativa, recentemente muito popular nos círculos gerenciais. Deve-se atentar para o fato de que empowerment, assim como outras “tecnologias revolucionárias” e “tendências” administrativas, podem ser (e geralmente são) instrumentos de controle, maneiras de legitimar o papel central das organizações econômicas na vida de seus funcionários. “Política Congitiva […]
leia mais
Neste livro, apresento o arcabouço conceitual de uma nova ciência das organizações. Meu objetivo é contrapor um modelo de análise de sistemas sociais e de delineamento organizacional de múltiplos centros ao modelo atual centralizado no mercado, que tem dominado as empresas privadas e a administração publica nos últimos 80 anos. Sustento, em termos gerais, que uma teoria da organização centralizada no mercado não é aplicável a todos, mas apenas a um tipo especial de atividade. A aplicação de seus princípios […]
leia mais
Marketing de Guerra: já não temos violência demais no mundo? É impossível, para mim, realizar um trabalho acadêmico a respeito do livro “Marketing de Guerra” (1986), de Al Ries e Jack Trout, sem explicitar uma crítica. Na minha opinião, a visão de mundo e paradigma das quais parte a premissa desta obra ajudam a corroborar o estado de depressão psicológica e falta de sentido da vida que assolam nossa sociedade centrada no mercado. Alberto Guerreiro Ramos chama este fenômeno de […]
leia mais
A Nova Ciência das Organizações, uma reconceituação da riqueza das nações, Alberto Guerreiro Ramos Capítulo 1. Crítica da razão moderna e sua influência sobre a teoria da organização Capítulo 1.2 A resignação e os pontos de vista de Max Weber sobre a racionalidade Quando Max Weber iniciou seu trabalho acadêmico, a velha noção de razão já tinha perdido a conotação normativa, que sempre tivera, como referência para a ordenação dos negócios pessoais e sociais. Por um lado, de Hobbes a Adam Smith […]
leia mais
A Nova Ciência das Organizações, uma reconceituação da riqueza das nações, Alberto Guerreiro Ramos Capítulo 1. Crítica da razão moderna e sua influência sobre a teoria da organização Capítulo 1.1 A razão como cálculo utilitário de conseqüências No sentido antigo, como será mostrado, a razão era entendida como força ativa na psique humana que habilita o indivíduo a distinguir entre o bem e o mal, entre o conhecimento falso e o verdadeiro e, assim, a ordenar sua vida pessoal e social. Mais […]
leia mais
A Nova Ciência das Organizações, uma reconceituação da riqueza das nações, Alberto Guerreiro Ramos Capítulo 1. Crítica da razão moderna e sua influência sobre a teoria da organização A teoria da organização, tal como tem prevalecido, é ingênua. Assume esse caráter porque se baseia na racionalidade instrumental inerente à ciência social dominante no Ocidente. Na realidade, até agora essa ingenuidade tem sido o fator fundamental de seu sucesso prático. Todavia, cumpre reconhecer agora que este sucesso tem sido unidimensional e, como […]
leia mais
Assinar por email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações na sua caixa de entrada.

 

Irradiando Luz é sustentado por seus leitores

Doe Irradiando Luz
Ajude a manter o Irradiando Luz.

Com apenas R$ 1, você já pode apoiar o nosso portal a continuar existindo e espalhando boas notícias e dicas práticas sobre ecovilas e a transição pessoal e global.

Categorias

Arquivo do Blog