Curta Irradiando Luz no Facebook  Siga Irradiando Luz no Twitter  Acesse o canal do Irradiando Luz no YouTube  Assine o Feed RSS do Irradiando Luz

Pai Nosso bem Moderno

por Frei Betto*

Escrevi esta versão do Pai-Nosso para os retiros dos grupos de oração que acompanho há 29 anos. Procurei dar um toque poético para permitir que seja rezado em forma de meditação louvativa e penitencial.

Pai-nosso que estais no céu, e sois nossa Mãe na Terra, amorosa orgia trinitária, criador da aurora boreal e dos olhos enamorados que enternecem o coração, Senhor avesso ao moralismo desvirtuado e guia da trilha peregrina das formigas do meu jardim,

Santificado seja o vosso nome gravado nos girassóis de imensos olhos de ouro, no enlaço do abraço e no sorriso cúmplice, nas partículas elementares e na candura da avó ao servir sopa,Venha a nós o vosso Reino para saciar-nos a fome de beleza e semear partilha onde há acúmulo, alegria onde irrompeu a dor, gosto de festa onde campeia desolação,

Seja feita a vossa vontade nas sendas desgovernadas de nossos passos, nos rios profundos de nossas intuições, no vôo suave das garças e no beijo voraz dos amantes, na respiração ofegante dos aflitos e na fúria dos ventos subvertidos em furacões,

Assim na Terra como no céu, e também no âmago da matéria escura e na garganta abissal dos buracos negros, no grito inaudível da mulher aguilhoada e no próximo encarado como dessemelhante, nos arsenais da hipocrisia e nos cárceres que congelam vidas.

O pão nosso de cada dia nos dai hoje, e também o vinho inebriante da mística alucinada, a coragem de dizer não ao próprio ego e o domínio vagabundo do tempo, o cuidado dos deserdados e o destemor dos profetas,

Perdoai as nossas ofensas e dívidas, a altivez da razão e a acidez da língua, a cobiça desmesurada e a máscara a encobrir-nos a identidade, a indiferença ofensiva e a reverencial bajulação, a cegueira perante o horizonte despido de futuro e a inércia que nos impede fazê-lo melhor,

Assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e aos nossos devedores, aos que nos esgarçam o orgulho e imprimem inveja em nossa tristeza de não possuir o bem alheio, e a quem, alheio à nossa suposta importância, fecha-se à inconveniente intromissão,

E não nos deixeis cair em tentação frente ao porte suntuoso dos tigres de nossas cavernas interiores, às serpentes atentas às nossas indecisões, aos abutres predadores da ética,

Mas livrai-nos do mal, do desalento, da desesperança, do ego inflado e da vanglória insensata, da dessolidariedade e da flacidez do caráter, da noite desenluada de sonhos e da obesidade de convicções inconsúteis,

Amemos.

*Frei Betto, 64, frade dominicano e escritor, é assessor de movimentos sociais e pastorais e autor do romance sobre Jesus “Entre Todos os Homens” (Ática), entre outros livros.

Leia também:
Pai Nosso, por Gabriel Dread

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

6 Respostas para “Pai Nosso bem Moderno”


  • cova-do-urso /

    Gabriel, amigo,

    Que lindo Pai Nosso. Gostei muito. Abraço


  • Palavras de Osho /

    “(…)o vinho inebriante da mística alucinada(…)” – que maravilha de texto, que maravilha.


  • Rosana Oshiro /

    Belas palavras e bem apropriadas a humanidade atual.
    Abrem as mentes a entender melhor a oração.


  • luzdeluma /

    Gabriel, tomei a liberdade de imprimir e carregar comigo. Posso? :=))) Adorei!! Beijus


  • Gabriel Dread /

    @cova-do-urso: Valeu António! Também achei…

    @Palavras de Osho: maravilha mesmo! Divina!

    @Rosana: acredito que o poder da oração pode transformar o mundo… com certeza!

    @Luma: Imprima, repasse, divulgue… ore!


  • Dunyazade /

    Acho o máximo o facto de já ter visto 2 posts teus colocados às…

    11:11!

    O último sobre meditação – este – (ando obcecada por este tema ultimamente, embora só a tenha feito uma vez. Ando a pensar que se calhar era uma coisa que deveria fazer sempre – mas neste momento estou na fase de “recolha de informação”).

    Este número: 11:11 é fundamental para mim. A.. 11/11/2004 fiz uma grande mudança alimentar na minha vida e é ainda um marco fundamental para mim. Lembro-me também que houve uma época em que só via 11:11, ou 11, por todo o lado!

    O meu blog, se tiveres curiosidade: http://www.escrita.blogspot.com

    Cheguei cá através da Cova do Urso, o blog de António Rosa.

    *****


Comentários estão encerrados.
Assinar por email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações na sua caixa de entrada.





Email:

Curso online

Curso Online Gestão de Ecovilas Gabriel

Participe do curso 100% online

Gestão de Ecovilas

Conheça desafios e habilidades para a viver em comunidades intencionais e cohousing

Recentes

Gabriel Siqueira Coworking Camp
Como fazer Transição morar em uma ecovila
Como voluntariar em ecovilas
Como encontrar uma ecovila
Por que morar numa ecovila
Let's include Conflicts in our plans! | Gabriel Siqueira | TEDxGeneva
Gabriel dread Siqueira Exodo Urbano Festival Path
Workshop Tecnologia e Cidadania
Aprendendo a Cooperar Ecovilas FICOO 2017
Pedra do Sabiá Bahia
Ecovila Digital Campus Party
Bob Marley sorrindo, feliz, e apontando para a câmera, quebrando a quarta parede.
Categorias

Arquivo do Blog